Estrutura Profunda e Estrutura de Superfície – Parte 1

Quando um homem fala, sua palavra ou discurso é a divulgação de alguma energia ou movimento de sua alma. Os poderes da alma são de dois tipos gerais: a percepção (compreendendo os sentidos e o intelecto) e a volição (vontade, paixões, apetite). Segue-se que há dois tipos de atos lingüísticos: afirmar, isto é, manifestar alguma percepção ou dos sentidos ou do intelecto, ou manifestar volições, isto é, interrogar, comandar ou desejar. O primeiro tipo de frases serve para nos declararmos aos outros; o segundo, para levar os outros a nos satisfazer ou ter alguma percepção informada.

A linguagem tem um aspecto interno e um aspecto externo. Uma frase pode ser estudada do ponto de vista da maneira como exprime um pensamento ou do ponto de vista de sua forma física, isto é, do ponto de vista da interpretação semântica ou da interpretação fonética.

A estrutura profunda é a estrutura abstrata subjacente que determina sua interpretação semântica. A estrutura de superfície é a organização superficial de unidades que determina a interpretação fonética e se relaciona com a forma física da expressão oral real, sua forma percebida ou intencional. Importante lembrar que a estrutura profunda e de superfície não precisam ser idênticas. A organização subjacente de uma frase, que tem importância para a interpretação semântica, não é necessariamente revelada pelo arranjo real e pelo método da expressão de seus componentes.

Em Deus invisível criou o mundo visível; a estrutura profunda subjacente pode ser expressa de maneira mais explícita, na forma de superfície, como quando reduzo o mesmo exemplo a estes termos: Deus que é invisível criou o mundo que é visível.

A estrutura profunda que exprime o significado é comum a todas as línguas, tal é o que se pretende, sendo simples reflexo das formas de pensamento. As regras de transformação que convertem a estrutura profunda em estrutura de superfície diferem de língua para língua.

Orações relativas explicativas e restritivas

As orações relativas ou adjetivas são explicativas (não restritivas ou apositivas) ou determinativas (restritivas). Mediante o estudo da estrutura profunda, podemos distinguir explicações de determinações.

Uma expressão complexa é uma simples explicação se 1) a idéia expressa pela expressão complexa já está contida na compreensão da idéia expressa pela principal palavra da expressão complexa, ou 2) a idéia expressa pela expressão  complexa é a idéia de alguma característica acidental de todos os inferiores de uma idéia expressa pela palavra principal.

Uma expressão complexa é uma determinação se a extensão da idéia expressa pelo termo complexo é menor do que a extensão da idéia expressa pela palavra principal.

No caso de uma oração adjetiva explicativa, a estrutura profunda subjacente realmente implica o juízo expresso por esta oração, quando seu pronome relativo é substituído por seu antecedente.

Por exemplo, a sentença Os homens que são piedosos são caritativos não implica que os homens são piedosos ou que os homens são caritativos.

Ora, formamos uma idéia complexa juntando duas idéias simples – a idéia de homem e a idéia de piedade- e julgamos que o atributo de ser caritativo é parte desta idéia complexa. Assim, a oração subordinada nada mais afirma senão que a idéia de piedade não é incompatível com a idéia de homem.

Anúncios

3 comentários em “Estrutura Profunda e Estrutura de Superfície – Parte 1

  1. Caro Irmão,

    Seu artigo é indubitavelmente lídimo de esmeros elogios, sua dedicação em deflorar as mais profundas entranhas da língua de Camões produziu um apaziguamento em sua azafamada mente.

    Eu, como Pastor, Engenheiro Químico e Linguista, apoio totalmente seu blog. Em breve estarei enviando ao Brasil cartas e relatos de jovens fiéis antes dominados pela insobriedade lúdica de poderosos encostos.

    Continue sempre com seu trabalho, pois agora ele é reconhecidamente um padrão universal da língua.

  2. Muito bem.
    Eu vou colocar aqui minha dissertação sobre ”O Poder da Linguagem Global”
    Espero que gostem
    Mais uma coisa:Não deixem de responder as mensagens postadas.
    Vamos debater mais sobre os assuntos apresentados.
    E,principalmente,não hesitem em perguntar e lançar críticas construtivistas;
    ______________________________________________________________________________________________
    O PODER DA LINGUAGEM GLOBAL.

    O princípio básico da comunicação diz que deve existir um emissor,gerador da fala pré-cognitiva em seu sub-consciente ,e um receptor,capaz de compreender o enunciado através das aptidões lingüísticas.

    O verbo comunicar exerce funções importantes desde as antigas civilizações.

    Um conjunto de letras formam palavras.E um conjunto de palavras formam frases.
    Similarmente,a união de palavras geram parágrafos e textos.

    A retórica sempre esteve presente nas culturas gregas e romanas,representando a arte de falar.
    A importância de falar bem possui uma explicação racional.Por tanto,a retórica é uma disciplina virtuosa pela as tentativas muito bem sucedidas de persuardir,convencer o ouvinte a aceitar prazerozamente os conceitos estabelecidos de quem fala.

    Aristóteles, na antigüidade clássica, dizia que os sons emitidos pela voz são os símbolos dos estados da alma. A análise clássica da linguagem lhe atribuía, como função, externalizar o pensamento.

    Nascemos com uma mentalidade inata sobre a sintaxe da linguagem verbal e visual,segundo os estudos filosóficos pelos os antigos gregos.
    A formação da sintaxe verbal para as crianças ocorre em seu percurso de vida,aprendendo com a família e a sociedade vigente.

    As sociedades contemporâneas iniciaram um longo crescimento de interdependência através do uso da linguagem.
    A importância das estruturas sintáticas é notável para o entendimento do pensamento humano.
    Só podemos achar a uma verdade sensata e universal através das aptitudes lingüísticas dialéticas,ou seja,através da dialogação pode-se definir algo desconhecido ou interpretado
    de forma errônea .

    Por intermédio das perguntas percebemos a infinitude do ser humano,cujo poder intelectivo de pensar ou raciocinar ainda não permite desvendar os segredos que o Universo abriga.
    Marcelo Gleiser ,um grande cientista brasileiro, já disse em uma de suas frases científicas que somos ”poeiras das estrelas”.

    A afirmação é completamente verídica,por que pouco sabemos sobre a funcionalidade das leis naturais e da entropia negativa que o Universo possui como uma característica marcante.
    Perguntas como ” Qual é a finalidade de minha existência ? ” ou ”Qual a origem de todo o Universo ? ” são freqüentes entres jovens e adultos,devendo ser considerado que a mentalidade destes jovens é alterada definitivamente em conseqüência do convívio social maturo.

    A metafísica da linguagem estende os princípios de comunicação para o sensível e o supra-sensível.Explorar toda a capacidade intelectiva do ‘’homo sapiens’’ é primordial para a produção de conhecimento,estabelecendo a realidade concreta,palpável.Entretanto,só podemos aprender ,de maneira recíproca, pela a codificação de símbolos,representando uma espécie de linguagem auto-explicativa ou por intermédio da fala entre o locutor e o interlocutor.
    Uma mensagem pode estar carregada de informações.E a quantidade de informações é o produto de sua função de probabilidade.

    Falar bem é natural de quem ler muito ou procura interesses intelectuais na dialética social.
    Existe uma multiplicidade de linguagens inexploradas entre as pessoas,descoberta por Howard Gardner em seus estudos de psicologia nos anos 70.
    Segundo Gardner uma criança pode ter um desempenho precoce em uma aptidão única,em que a performance pode ser maior devido a área cerebral bem desenvolvida

    Através do poder de imaginação ou visualização mental o ser humano torna-se capaz de elaborar novas definições ainda não estabelecidas.
    A Simbologia é tudo.Iremos pensar da seguinte forma:
    A Simbologia Astrofísica é diferente da econômica.
    De forma análoga a formalização da linguagem é completamente diferente dos usos de gírias ou frases sintáticas desestruturadas,representando o informalismo cotidiano.

    O pensamento lírico e bem comportado passará para os ouvintes uma percepção sensitiva elevada,causando emoções,alegrias ou tristezas no adormecido inconsciente.
    O poder das estruturas verbais espalham-se de maneira fantástica nos idiomas criados pelos os povos,provocando instantaneamente a compreensibilidade de quem ler ou escuta(esse rápido mecanismo de entendimento é possível por causa do domínio linguístico)

    O novo mundo secular é representado pela a diversidade multicultural.Eu Explicarei melhor:
    Em uma nação é obrigado ter um idioma oficial.Entretanto,é notável a presença de outros dialetos dentro do mesmo território.
    Brasileiros falam um português diferente de Portugual,em que as estruturas sintagmáticas nas frases são distintas.Não deve-se esquecer dos sotaques regionais,excepcionalmente marcante entre o povo brasileiro.

    Perceba a quantidade de linguagem diferenciáveis que podemos ter!
    A importância desse artigo é resultante do nosso tema central: Como a linguagem poderia afetar as relações sociais?

    Muito bem.Estamos interagindo constantemente com a civilização.Mesmo quando alguém prefere estar sozinho,este não deixa de manter contato com as fontes naturais como respirar ou com o ambiente que o circunda.
    Para provocar entendimento entre um grupo de pessoas requer a refinação da linguagem sintática.

    A formação da percepção global de análises sociológicas está intrísicamente relacionado com a formação da linguagem.
    Quando afetamos emocionalmente alguém pela as palavras,estamos usando o ‘’poder sintático’’ contidas nas mensagens.

    As negociações entre grandes empresas são realizadas através do relacionamento interpessoal,onde a persuasion influenciará bastante no processo de comercialização internacional.

    A união de verbos,adjetivos e advérbios,considerados a classe rica da gramática normativa, criará uma informação com diversos significados cuja interpretação será feita pelo o córtex cerebral do receptor como algo positivo ou negativo.
    Por exemplo,dizer a seguinte frase ’’Você é imprestável ou obsoleto’’ irá ferir as características de um ser humano.Tomar cuidado com as palavras,sendo sensato e ético,evitará muitos estados conflitivos entre duas personalidades diferentes.

    O uso da linguagem bem comportada é capaz de manter a convivência social mais branda.As críticas verbais deveriam passar a serem construtivistas,causando reflexão para quem ouve.
    Uma sociedade bem desenvolvida precisa criar mecanismos de cooperação mútua.
    Entender o que ocorre na mente de alguém pode aliviar o sofrimento deste,afetando totalmente sua maneira de enxergar o mundo.

    Nós estamos mudando constantemente nossas concepções por causa da linguagem interativa,usando orações subordinadas,muitas vezes restritivas e explicativas, entre as frases para criar um novo sentido.

    Para conter os desentendimentos aleatórios perceptíveis na sociedade moderna requer o domínio lingüístico.

    Falar educadamente evita vários conflitos dentro do inconsciente humano.

    Grupos populacionais diferentes podem interagir bem simplesmente usando uma linguagem apropriada,que satisfaça as necessidades destes!

  3. Muito bom o texto, me ajudou bastante na compreensão. Obrigado pelo esclarecimento.

    p.s.:Sou aluna de Letras/Espanhol e linguistica é uma matéria bem exaustiva às vezes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s